A Cidade & Turismo

Águas da Prata – Rainha das Águas

Localizada a 238 km da capital paulista, a tranqüila Águas da Prata se agita aos finais de semana sendo tomada pelo colorido dos ciclistas da região junto aos turistas de todo o país atraídos pela expressiva beleza natural e qualidade ímpar de suas águas, sendo radioativas, alcalinas e bicarbonatadas. A cidade possui 10 fontes: Fonte do Padre, Fonte da Pedra do Boi, Fonte da Juventude, Fonte Vitória, Fonte Vilela, Fonte Platina, Fonte do Paiol, Fontanário Prata, Fonte Nova e Fonte da Garganta, todas com propriedades medicinais. 

O nome Águas da Prata vem do tupi-guarani “ Pay tâ” ( pronunciada Prata pelos portugueses) que significa “ água dependurada” em menção a formação de estalactites formados pela alta concentração de minérios presentes nas águas que escorrem próximas as minas. 

A pungente presença das águas na cidade presenteia a todos com belíssimas cachoeiras, sendo ao total 58, com destaque para Cachoeira do Coqueiro Torto, Cachoeira das Índias, Cachoeira da Fonte Platina, Cachoeira Cascatinha, Cachoeira do Paiol, Cachoeira Sete Quedas, Cachoeira das 3 Batalhas, Cachoeira do Leme, Cachoeira da Champanhe, Cachoeira do Silêncio, Cachoeira do Gavião Vermelho, Cachoeira Ponte da Pedra e Cachoeira do Serrote. Nestas, os turistas praticam trekking, hikking, canyoning, cascading, rafting e bóia-cross. 

O bosque estadual é outra atração bem característica da cidade. Ali se encontra o Fontanário Vilela, famoso por ter a água mais radioativa da América. No bosque, o turista pode percorrer a trilha que leva até a nascente do fontanário , observar as estripulias dos inúmeros macacos Prego , saborear as delícias do milho como pamonha, curau, bolo e apreciar a exposição do artesanato local nos chalés...  

A diversidade natural possibilita ainda a prática de caminhadas, cavalgadas, cicloturismo, off-road, arvorismo, tirolesa, escalada, montain bike. A prática de vôo livre também é uma atividade que atrai um grande número de turistas, isso porque o famoso Pico do Gavião, considerado a “ Meca do vôo livre” está localizado em Águas da Prata. 

Águas da Prata ainda atende turistas com interesse religioso. A cidade sedia o “Caminho da Fé”, uma peregrinação de quase 500 quilômetros passando por 24 cidades de Minas e de São Paulo e que termina em Aparecida, vinte dias depois. O percurso é sinalizado e atravessa vilarejos, bosques, trilhas e trechos de estradas. 

Arte e Cultura se fundem perfeitamente neste belíssimo cenário natural, celeiro de artesãos e artistas, a cidade inspira belíssimas criações constantemente expostas nos espaços culturais Boca do Leão e Gloc, sendo que este último promoveu o 1º Festival de Imagem de Águas da Prata, inserindo a cidade no mapa cultural internacional ( as demais 18 cidades são pertencentes a Europa), fortalecendo assim o patrimônio cultural e agregando valor a atividade turística. Todo último sábado de cada mês a cidade apresenta uma atração que já faz parte do roteiro de muitas pessoas. Cerca de 300 pessoas se unem na Estação Ferroviária para ouvir e cantar com a “Seresta de Águas da Prata”. 

Seja para descansar, seja para se aventurar, Águas da Prata é o destino ideal para se viver grandes e inesquecíveis experiências.









PREFEITURA DIVULGA CARTILHA DO MEIO AMBIENTE

03/10/2017 - A prefeitura de Águas da Prata está disponibilizando uma cartilha educativa sobre preservação ambiental. O material já pode ser baixado.

Arquivo Relacionado

QUEIMADAS ESTÃO PROIBIDAS

19/07/2017 - As queimadas estão proibidas em Águas da Prata.
Denúncias podem ser feitas pelo 3642 1021 - ramal 203.

Arquivo Relacionado

RECEBA NOSSOS INFORMATIVOS

A Prefeitura Municipal de Águas da Prata trás o sistema de Boletim Informativo Online. Basta realizar seu cadastro (nome e email) para receber semanalmente as principais informações da administração.