81


Meio Ambiente

DIA NACIONAL DE URUBUZAR 2016

 Usuários do aplicativo podem fotografar a fauna atropelada e enviar para um sistema que gerará estatísticas sobre os atropelamentos nas estradas brasileiras

O sistema é pioneiro no Brasil e faz parte de uma nova geração de ações conservacionistas. Cada pessoa, tendo este aplicativo em mãos tem o poder de fazer a diferença. Quanto mais pessoas para “urubuzar”, mais exatos são os dados e as medidas que podem ser tomadas. Assim cria-se uma rede em que as atividades têm um impacto real na proteção dos animais silvestres.

O principal diferencial do Sistema Urubu em relação a outros bancos de dados existentes no mundo é que 100% dos dados são avaliados por pesquisadores, especialistas em identificação de espécies.

Pensando nisso, o Parque das Aves e a Sociedade de Zoológicos e Aquários do Brasil (SZB) se juntaram com o Centro Brasileiro de Estudos em Ecologia de Estradas (CBEE) para organizar a campanha do Dia Nacional de Urubuzar 2016.

O que é o Dia Nacional de Urubuzar?

O Dia Nacional de Urubuzar é um dia nacional de ação em que cada instituição fará atividades para divulgar o aplicativo Sistema Urubu.

O Dia Nacional de Urubuzar tem como objetivo sensibilizar o público geral sobre o atropelamento de animais silvestres e ensinar e divulgar o uso do Sistema Urubu, a maior rede de conservação da biodiversidade brasileira. Este dia terá dois grandes objetivos: divulgar o problema do atropelamento de fauna selvagem no Brasil e mostrar que cada um de nós pode colaborar na redução deste impacto utilizando o Sistema Urubu.

Mais de 100 instituições irão realizar ações simultâneas em todo o país para divulgar o Sistema Urubu e conscientizar o público do impacto dos atropelamentos em nossa biodiversidade. Na nossa região, a ONG Guará, juntamente com a Prefeitura do Município de Águas da Prata, irão participar dessa importante ação de sensibilização sobre o atropelamento de animais silvestres e ensinar e divulgar o uso do Sistema Urubu.

Atropelômetro

O atropelômetro é uma iniciativa do CBEE e estima em tempo real o número de vertebrados terrestres silvestres mortos por atropelamento nas rodovias brasileiras.

Nossas estimativas mostram que mais de 15 animais morrem nas estradas brasileiras a cada segundo. Diariamente, devem morrer mais de 1,3 milhões de animais e ao final de um ano, até 475 milhões de animais selvagens são atropelados no Brasil.

Estes números são tão assombrosos porque a grande maioria dos animais mortos por atropelamento são pequenos vertebrados, como sapos, pequenas aves, cobras, entre outros. Nossa estimativa é que morrem aproximadamente 430 milhões de pequenos animais. O restante dos 45 milhões se dividem em 40 milhões de animais de médio porte (p.ex. gambás, lebres, macacos) e 5 milhões são de grande porte (p.ex. onça-parda, lobos-guarás, onça-pintadas, antas, capivaras).

“Anualmente mais de cinco milhões de animais de grande porte, entre antas, capivaras, cachorros-do-mato, gatos-do-mato, lobos-guará, onças, veados morrem nas estradas brasileiras”, afirma Alex Bager, coordenador do CBEE.

Ainda segundo o pesquisador, os atropelamentos acontecem em todas as rodovias, estradas e ferrovias, sendo impossível a presença de pesquisadores em todas as áreas onde os casos acontecem. Pensando nisso, o CBEE idealizou o Sistema Urubu, onde qualquer pessoa pode colaborar com informações e reduzir o impacto das rodovias na biodiversidade brasileira.

Para utilizar o sistema, o interessado pode fazer o download em seu smartphone com tecnologia Android ou iOS, e, ao encontrar um animal silvestre atropelado, basta fotografar para que a posição geográfica e a data sejam marcadas automaticamente.

O Sistema Urubu é constituído por três partes: o aplicativo Urubu Mobile que coleta os dados, a plataforma Urubu Web faz a gestão de dados e o Urubu Map, que fica disponível para que as pessoas vejam as informações no mapa.

O diferencial do sistema é que os usuários não precisam ser especialistas, pois todas as fotos serão validadas por uma equipe de pesquisadores de todo o Brasil. Segundo Alex Bager, esta é uma forma de obter um mapeamento confiável para uso no planejamento, gestão e desenvolvimento de políticas públicas.

Maiores informações sobre o Dia Nacional de Urubuzar e impactos de atropelamento na fauna selvagem:

Portal CBEE: http://cbee.ufla.br/portal/

Facebook do DNU 2016: https://www.facebook.com/Dia-Nacional-de-Urubuzar-529972700481629/about/

Facebook do CBEE: https://www.facebook.com/CBEE.UFLA

Sistema Urubu: http://cbee.ufla.br/portal/sistema_urubu/

Atropelômetro: http://cbee.ufla.br/portal/atropelometro/

*Informações obtidas no site da Universidade Federal de Lavras (http://www.ufla.br/ascom/boletim/email_visualizar.php?id=665)

Transparência e Acesso à Informação

Conferencia

Plano Diretor

Serviços ao Cidadão

Belezas de Águas da Prata

Área Administrativa

adm